Justiça suspende a CPI dos Ônibus

Nesta quinta-feira (22), a juíza da 5ª Vara de Fazenda Pública, Roseli Nalim, acatou o pedido de suspensão dos trabalhos da CPI dos Ônibus feito pela bandada do PSOL em conjunto outros vereadores. Os parlamentares questionam o cálculo da proporcionalidade dos cargos da Comissão. No despacho, a magistrada concede o prazo de 48h para que a decisão seja questionada pelos interessados.

“Diante dos argumentos apresentados pelos Impetrantes e observado que a CPI já instaurada é objeto de impugnação sob o fundamento de vício de ordem formal e material na sua constituição, tenho por suspender o prosseguimento dos trabalhos, intimando-se a autoridade Impetrada para manifestação, em 48 horas, visando decisão quanto ao pleito liminar”

A Comissão Parlamentar de Inquérito, requerida pelo vereador Eliomar Coelho (PSOL), tinha como objetivo investigar os contratos entre as empresas de ônibus e a prefeitura, mas está composta por quatro vereadores da base governista, que sequer assinaram o pedido para a instalação da mesma.

A decisão judicial é uma vitória parcial. A vitória definitiva dependerá da mobilização popular.

2ª Sessão da CPI dos ônibus acaba em conflito

No mesmo dia, durante a manhã, um grupo de sete homens que apoiavam os vereadores confrontou diversos manifestantes, atravessando um cordão de isolamento formado por policiais entre ambos, do lado de fora da Câmara. A provocação acabou em conflito, que resultou em diversos feridos.

Do lado de dentro da Câmara Municipal, o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, prestou depoimento durante uma hora e meia, sem que os parlamentares em nenhum momento tomassem nota de suas declarações.

Na quarta-feira, manifestantes se retiraram da ocupação do plenário da Câmara Municipal

Na quarta-feira (21), nove pessoas que permaneciam ocupando o plenário da Câmara se retiraram pacificamente, após a chegada de um pedido de reintegração de posse. O grupo foi saudado por dezenas de pessoas no lado de fora, que mantém a ocupação das escadarias do prédio.

Relembre o histórico da CPI dos Ônibus:

Recurso pede o cancelamento da reunião de instalação da CPI dos Ônibus

Pizza de irregularidades na abertura da CPI dos Ônibus

CPI dos ônibus: todos/as presentes na Câmara Municipal nessa sexta-feira, às 8h

Grande plenária popular de preparação para a CPI dos Ônibus essa segunda-feira

CPI do ônibus é aprovada na Câmara Municipal

Por que instalar a CPI dos Ônibus: as insuficiências nos contratos e os indícios de formação de cartel

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s