A opinião do carioca sobre a política de drogas

É verdade que estamos longe de convencer a maioria da população de que a legalização é o melhor caminho para a política de drogas. Mas também é verdade que tem muita gente percebendo que a guerra às drogas é incapaz de alcançar seu objetivo: construir o utópico projeto de “um mundo livre das drogas”.

Prova disso é uma pesquisa feita pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, da Universidade Cândido Mendes, que ouviu a população carioca sobre a questão das drogas. De acordo com o estudo, que ainda vai ser divulgado, apenas 30% da população do Rio defende a pena de prisão para usuários e traficantes como forma de conter o consumo.

Para a socióloga Julita Lemgruber, que coordenou a pesquisa, a maioria dos cariocas apoia o uso de campanhas informativas e de tratamentos para usuários problemáticos.

Outro dado interessante desta pesquisa serve para destruir o mito da explosão do consumo com uma eventual legalização: 97% dos não usuários afirmaram que não vão usar drogas se elas forem legalizadas.

Além da luta política, a conquista da legalização precisa de uma militância pedagógica nas ruas. Sem arrogância e sabendo ouvir as críticas, precisamos convencer quem está na nossa rede de relacionamentos (principalmente os não usuários). A legalização é uma estratégia de saúde, respeito às liberdades e paz.

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s