Ato pelo fim da guerra às drogas

No dia que a prisão do ativista canábico Ras Geraldinho completou um ano, os/as militantes antiproibicionistas do Rio de Janeiro realizaram uma manifestação que percorreu as ruas do centro da cidade. A manifestação começou no Largo de São Francisco e seguiu até o Tribunal de Justiça do Estado, na Av. Presidente Antônio Carlos.

Na pauta de reivindicações está a liberdade do líder religioso, o julgamento do recurso extraordinário 635659 (que pode descriminalizar o porte de drogas) e o repúdio ao Projeto de Lei Complementar 37/2013, em tramitação no Senado, que fortalece a política de internações compulsórias.

Na concentração foi montada uma feira de drogas, com a exposição de produtos, como açúcar, café e outros que não são tratados como drogas pela sociedade. O bloco Planta na Mente ajudou a embalar a passeata pelo Centro.

Foi um ato pequeno, mas forte nas propostas e no desejo de acabar com a desastrosa política da guerra às drogas, que tanto contribui para a violência e encarceramento da juventude negra e pobre.

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s