Ato contra a violência na Maré mobiliza 5 mil pessoas

Na última terça-feira (02), sete dias após a chacina policial que resultou na morte de 10 pessoas, na favela da Maré, cinco mil manifestantes ocuparam uma pista da Avenida Brasil para homenagear as vítimas e condenar a violência do Estado. Além dos moradores das comunidades da Maré o ato contou com o forte apoio de cariocas de outras áreas da cidade. 

Manifestantes carregavam placas com nome dos mortos e questionavam a política de segurança do governo Sérgio Cabral. Representantes de várias religiões realizaram um ato ecumênico em homenagem as vítimas. 

 

Sérgio Oliveira, que perdeu o filho José Everton de Oliveira (21 anos) criticou a forma polícia entra nas comunidades. “Toda vez que o Bope entra aqui, mata alguém. Desta vez foi meu filho, que deixou órfãos meus seis netos”. José Everton foi assassinado quando saia de casa para trabalhar. 

Presente na manifestação, o vereador Renato Cinco (PSOL) destacou a necessidade exigir uma mudança de estratégia para as operações policiais. “Hoje o Rio de Janeiro esteve aqui com representes de toda cidade e de vários movimentos sociais para exigir o fim da brutalidade policial contra os moradores das favelas do Rio de Janeiro”, declarou.

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s