Fernando Soares, mais uma vítima da homofobia

Na noite do último sábado (18/05), Fernando Soares comemorava um aniversário na Lapa junto com amigos quando foi covardemente agredido.

A agressão, que teve motivação homofóbica, aconteceu na Sinuca do Bico, próximo ao Bairro de Fátima. Durante a noite, um outro grupo de pessoas que estava no mesmo local teria provocado, com xingamentos preconceituosos, Fernando e seus amigos. Até que Fernando respondeu aos insultos afirmando que, apesar de não ser gay, achava um absurdo o preconceito do grupo. Após isso, foi covardemente espancado.

Fernando chegou a desmaiar no momento da agressão e teve que ser hospitalizado, com uma fratura no maxilar e um coágulo no cérebro. No momento, seu estado de saúde é estável.

O crime foi registrado na 5ª DP e está sendo investigado. Nosso mandato entrou em contato com a família e acompanha o caso.

Em discurso no Plenário da Câmara Municipal (21/05), o Vereador Renato Cinco falou sobre o caso, ressaltando que é preciso combater os discursos de ódio que incitam e levam ao crescimento da violência homofóbica em nosso país.

Leia a nota de repúdio da Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ):

Nota de repúdio ao ataque homofóbico ao jornalista Fernando Soares

Nós, jornalistas e trabalhadores da comunicação, repudiamos o ataque homofóbico ao jornalista Fernando Soares, colaborador da Agência de Notícias das Favelas (ANF), ocorrido na noite deste sábado, dia 18, no bar Sinuca de Bico, na Lapa. Fernando foi alvo de inúmeras agressões, porque os homens pensaram que ele era gay. Fernando não é gay e foi brutalmente atacado com um soco, fazendo com que batesse a cabeça e desmaiasse. Fernando foi internado com lesão no cérebro e ainda teve a mandíbula fraturada. E se Fernando fosse gay? E se todos fôssemos gays?

Como jornalistas e trabalhadores da comunicação, é nosso dever combater a homofobia em nossas matérias e publicações. É nosso dever denunciar toda e qualquer prática de discriminação. É nosso dever combater todo e qualquer comentário homofóbico. Lutamos por uma sociedade livre de preconceitos e defendemos a diversidade sexual.

Repudiamos este ato de violência contra o jornalista Fernando Soares e todo e qualquer tipo de violência.

Chapa Sindicato é pra lutar

Luta, Fenaj! RJ

Comunicadores populares RJ

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s