Ato em defesa do SEPE, sexta, 3/5, na ABI, às 18h

 

No dia 3 de Maio (sexta-feira), o SEPE (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação) promoverá um ato em defesa do direito democrático de livre organização e manifestação. O evento será realizado, a partir das 18h, na ABI (Rua Araújo Porto Alegre, 71, 9º andar, Centro do Rio de Janeiro).

O sindicato está ameaçado de receber uma multa no valor de 500 mil reais, prevista por uma liminar concedida ao governo estadual, por conta da paralisação dos profissionais da Rede Estadual nos dias 16, 17 e 18 de abril.

A truculência, o autoritarismo, a arbitrariedade e a criminalização dos movimentos sociais são as marcas da administração de Sérgio Cabral.

O mandato do vereador Renato Cinco elaborou uma moção de apoio ao sindicato, reconhecendo sua legitimidade e seu papel na luta em defesa da escola pública.

Confira abaixo a convocatória divulgada pelo SEPE.

ATO em defesa do Sepe

 

  A direção do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe), representante legítima dos trabalhadores da educação no estado do Rio de Janeiro, conclama associações, sindicatos, parlamentares e demais entidades da sociedade organizada a se somarem na luta em defesa do direito democrático de livre organização e manifestação previsto em Constituição.

  É publico que a rede estadual encontra-se em campanha salarial desde o início de 2013 – ou seja, é notório que a categoria está em luta pela sua pauta de reivindicações. No entanto, até o presente momento, não obtivemos qualquer retorno sobre as inúmeras solicitações feitas pelo sindicato para a instalação de uma agenda de negociações com a Secretaria Estadual de Educação/RJ (Seeduc).

  A Seeduc tentou esvaziar o movimento, divulgando bonificações e um índice de reajuste salarial “ainda em estudo”. Depois, partiu para o ataque direto ao Sepe na Justiça. Assim, ao contrário de buscar a negociação, o governo judicializa a relação com a categoria em luta e tenta criminalizar o movimento sindical. O direito de greve é uma conquista da sociedade brasileira e está em nossa Constituição.

  A decisão da Justiça, favorável ao governo, estabeleceu multa de R$ 500 mil no total, caso a paralisação fosse mantida. O Sepe esclarece que o governo foi comunicado, oficialmente e com antecedência, sobre a paralisação.

  Esse é mais um ataque desse governo autoritário contra a organização dos trabalhadores, que viola o direito de greve, de organização e reunião pacífica. O Sepe está recorrendo contra a ação do governo do estado, tanto no Tribunal de Justiça, como no STF. O Sepe tem uma bonita história de luta em defesa dos trabalhadores da Educação. Não calaremos nossa voz! Esse ataque atinge não só ao Sepe como a todos os trabalhadores, sindicatos e entidades de classe.

  O sindicato será incansável na luta pela garantia dos direitos fundamentais dos profissionais de educação e por uma escola pública de qualidade, e sabe que contará com o apoio da sociedade.

Em razão desse ataque, conclamamos todos ao ato em defesa do Sepe, que se realizará na ABI, dia 3 de MAIO de 2013, às 18h.

 

ABRIL/MAIO DE 2013

DIRETORIA DO SINDICATO ESTADUAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DO RJ (SEPE/RJ)

 

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s