Renato Cinco questiona material didático que faz propaganda de governo

banco imobiliario 2

As cartilhas produzidas pela Secretaria de Educação são impostas nas escolas, muitas vezes em detrimento dos livros didáticos que ficam entulhados em alguma sala. Este ano começou com a apresentação de um vídeo da Secretária Claudia Costin na aula inaugural, expondo e impondo como as coisas devem ser e como os profissionais devem agir para alcançar as metas e o IDEB, as direções de escola falaram da importância de utilizar as apostilas. Estas são rasas, trazem a base das provas de matemática, português e ciência elaboradas de maneira vertical pela secretaria para todos os alunos da Rede. Um ataque direto à autonomia pedagógica.

Agora, professores e alunos do 6°Ano foram surpreendidos com a apostila de matemática, que destaca nas páginas 22 e 23 problemas que têm como base um gráfico e dados sobre o desempenho de Paes em sua reeleição. Contém ainda um texto que defende o lema da campanha eleitoral sobre a parceria entre os governos municipal, estadual e federal.

Até agora, a única atitude da Secretária de Educação após denúncia da grande mídia foi de orientar professores a arrancar as páginas da cartilha…

O mandato do Vereador Renato Cinco elaborou um requerimento pedindo à Secretaria de Educação esclarecimentos sobre a elaboração da cartilha, assim como apoia o requerimento produzido pelos vereadores do PSOL Eliomar Coelho e Paulo Pinheiro sobre as intenções pedagógicas e as verbas gastas com o Jogo “Banco Imobiliário da Cidade Olímpica”, o qual já está sendo investigado pelo Ministério Público.

O Banco Imobiliário de Eduardo Paes

Quando você acha impossível, que só pode ser brincadeira, “a brincadeira é séria”, note-se os projetos de destruir a Perimetral, criar uma extensão do Bondinho saindo do Leme, entre tantas “bizarrices” que irão prejudicar a vida do carioca. Eis que surge a pior de todas, o “Banco Imobiliário da Cidade Olímpica”.

Cada escola recebeu recentemente dois exemplares do jogo Banco Imobiliário, aquele mesmo que jogamos há várias gerações, mas desta vez ressignificado. O Jogo revela claramente as intenções do prefeito com a Cidade do Rio de Janeiro, de torná-la, como afirmou o Vereador Renato Cinco, em sua campanha, um “balcão de negócios”, e uma cidade privatizada, entregue à especulação imobiliária.

O impressionante é que este jogo foi comprado para as escolas municipais, visando contribuir na formação da criança e do jovem, como material pedagógico. É notória a carga ideológica, a propaganda de governo e a perversidade de apresentar a nova divisão da cidade para alunos pobres que serão inclusive expropriados do direito de morar em certas comunidades ou bairros exatamente pela “jogada” de valorização das áreas com a pacificação e outros projetos. O jogo é o investimento em novas cabeças formadas naquele que deveria ser o espaço de formação do cidadão crítico, a escola.

Este jogo não mostra a falta de estrutura dos hospitais públicos, as imensas filas, o calor das salas de aula, a ausência de transportes de massa, o esgoto a céu aberto, a realidade dos abrigos das internações compulsórias, entre muitas outras mazelas da Cidade Olímpica de Eduardo Paes.

Precisamos de tantas coisas nas escolas, e foram gastos mais de 1 milhão de reais na compra de 20 mil exemplares do jogo (2 para cada unidade escolar).

Enquanto isso, na Cidade Olímpica, as salas de aula pegam fogo!

“Sauna de Aula” é como estão sendo chamadas as salas que funcionam sem o mínimo de estrutura para suportar este calor e garantir uma aula de qualidade. Tanto dinheiro para tantos projetos e até hoje a climatização das salas não ocorreu, fazendo com que as aulas começassem sem ar condicionado e sem de ventiladores o suficiente nas mais variadas escolas. O mandato vem recebendo diversas denúncias, como a da situação das salas da E.M Acre, localizada no Méier. Além do prejuízo à aprendizagem (alunos chegam a ser mandados para casa por passarem mal), a Lei Municipal 5.498/2012, que estabelece temperatura máxima de 23°C nas salas de aula, está sendo infringida.

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s